Via sacra da sexta-feira santa na Pedra do Cruzeiro em Gonçalves (MG)

Pedra do Cruzeiro - Foto: Amandina Morbeck.

Pedra do Cruzeiro.

Muitas pessoas esperam por esse evento todos os anos. - via sacra na Pedra do Cruzeiro em Gonçalves (MG) - Foto: Amandina Morbeck.

Muitas pessoas esperam por esse evento todos os anos.

Este ano, a tradicional via sacra da sexta-feira santa na Pedra do Cruzeiro, promovida pela comunidade do Bairro Atrás da Pedra em Gonçalves (MG), acontecerá dia 18 de abril. E deixo aqui o convite para você participar.

Em 2010, lá estava eu, às 5h da manhã, com uma vela na mão. Fiquei muito surpresa com o número de pessoas, de todas as idades, unidas no fim da madrugada, entoando cânticos enquanto caminhavam lentamente morro acima.

Ao longo da estradinha, minúsculas capelinhas marcam cada etapa da via sacra e, na frente delas, sempre há uma breve parada para oração. Acho muito interessante essas tradições, ver a fé das pessoas e sentir a energia que emanam em celebrações como essa.

Capelinhas como essa marcam as estações da via sacra ao longo da subida.

Capelinhas como essa marcam as estações da via sacra ao longo da subida.

Ao todo, são 1.300 metros da base até o topo da pedra, onde foram construídos o cruzeiro e uma capela. A subida é íngreme, mas no passo lento da multidão (especialmente para quem não tem problema nos joelhos ou nos tornozelos) ela é vencida sem grandes problemas.

A chegada ao topo da pedra coincide com o nascer do sol.

A chegada ao topo da pedra coincide com o nascer do sol.

A chegada ao topo coincide com o nascer do sol e se o céu estiver limpo, é muito lindo ver os raios atravessarem a neblina que cobre o Vale do Lambari. Vale a pena ficar curtindo as mudanças na paisagem antes de fazer o caminho de volta.

Vista para o Vale do Lambari ao nascer do sol - Foto: Amandina Morbeck.

Vista para o Vale do Lambari ao nascer do sol.

No retorno à pracinha do bairro, pessoas da comunidade servem café da manhã com pães, bolos e outras delícias caseiras. Festa religiosa à parte, a via sacra também é uma oportunidade para reencontros e socialização. Ouvi dizer que algumas pessoas só se veem nesse evento, enquanto outras praticamente só saem de casa para dele participarem.

Lá embaixo, o Bairro Atrás da Pedra faz parte da bela paisagem - Foto: Amandina Morbeck.

Lá embaixo, o Bairro Atrás da Pedra faz parte da bela paisagem.

Se não estiver chovendo, estarei lá novamente este ano. Domingo passado, subi a pedra com umas amigas, pois independentemente do enfoque religioso, a trilha é aberta para quem quiser subi-la em qualquer época do ano. Um passeio que realmente vale a pena, pois a vista de 360 graus que se tem lá de cima é maravilhosa.

Dicas importantes: vá com calçados fechados, sem salto e confortáveis, leve água e também velas. E se não conseguir participar este ano, programe-se para ano que vem.


Receba nossas novidades por e-mail. Para isso, é só preencher seus dados abaixo e clicar em “Enviar”. Ficaremos contentes de ter você em nossa lista!


Comments

comments

4 comments

  1. Amandina Morbeck on 01/04/2015 at 13:07 said:

    Olá, Marcos, concordo com você. Tem uma magia muito grande nessa celebração, que se repete a cada ano. Vale a pena participar. Um abraço.

  2. Amandina Morbeck on 01/04/2015 at 10:05 said:

    Olá, Marcos, concordo com você. Tem uma magia muito grande nessa celebração, que se repete a cada ano. Vale a pena participar. Um abraço.

  3. Marcos Miragaia on 25/03/2015 at 13:24 said:

    É Emocionante , um espetáculo inesquecível, sua fé fica aguçada

  4. Marcos Miragaia on 25/03/2015 at 13:24 said:

    É Emocionante , um espetáculo inesquecível, sua fé fica aguçada

Comente este post

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *