São Bento do Sapucaí, São Paulo

Vista de São Bento do Sapucaí com vale do Serrano - Foto: Amandina Morbeck.

São Bento do Sapucaí cercada pela Serra da Mantiqueira; à direita, o complexo do Baú. Em primeiro plano, o Bairro Serrano. Essa é a vista que se tem de um ponto da estrada de terra que liga Gonçalves a São Bento.

São Bento do Sapucaí, São Paulo, fica a apenas 175 km da capital e é conhecida pelo clima de montanha e pelas belezas paisagens da Serra da Mantiqueira e também pelo complexo do Baú (formado pelas pedras do Baú, Bauzinho e Ana Chata), que fica entre seu município e o de Campos do Jordão. Não é à toa que em seu município, no Bairro Serrano, o conhecido montanhista e escalador Elizeu Frechou tenha sua escola de escalada em rocha, a Montanhismus.

As 3 pedras do complexo bem definidas: Bauzinho, Baú ou Bauzão e Ana Chata - Foto: Amandina Morbeck.

As 3 pedras do complexo bem definidas: Bauzinho, Baú ou Bauzão e Ana Chata.

A cidade é pequena e aconchegante, com pouco mais de 10 mil habitantes. Embora a altitude nela seja de apenas 886 m, há locais bem mais altos por ali. Na estrada que corta a serra e liga São Bento a Campos do Jordão, por exemplo, a altitude chega a 1.800 m – sem falar no topo da Pedra do Baú, que tem 1.950 m.
Cachoeiras, trilhas para caminhadas e para pedaladas, escalada em rocha – para pessoas experientes e para iniciantes – e voo livre são algumas das opções que atraem pessoas que curtem atividades ao livre.

Bauzinho e Baú "olhando" um pro outro - Foto: Amandina Morbeck.

Bauzinho e Baú “olhando” um pro outro. O acesso ao Bauzinho é bem tranquilo a partir do estacionamento da face sul (Campos do Jordão).

Se você tiver bom preparo físico e não tiver medo de altura, escalar a Pedra do Baú é uma boa pedida. A subida é feita com o apoio de degraus fixados no paredão de 300 metros e, em algumas partes, ela é vertical – vertical mesmo, sem exagero. Para quem é menos experiente, o melhor é contratar um guia para fazer essa parte. É mais tranquilo contar com a experiência de quem conhece bem aquele ambiente e utilizar equipamentos de segurança o tempo todo.

Se essa não for sua praia, não tem problema. Há passeios bem legais no complexo:
– a partir do estacionamento/restaurante Pedra do Baú, em São Bento, a face norte, dá para caminhar morro acima até o ponto onde começa a escalada propriamente dita. O terreno é íngreme, mas não tem perigo;
– a partir do estacionamento no município de Campos do Jordão uma caminhada de 1,5 km passando pelo mirante até uma área onde estão os acessos para: a) o topo do Bauzinho, uma caminhada curta de onde se tem uma vista maravilhosa para o vale e de onde é possível ficar “de cara” com uma das faces do paredão do Baú; b) a trilha para quem quer chegar pé do Baú para começar a subida da pedra ou apenas para curtir uma trilha na montanha – o caminho é bem marcado, mas o terreno pode ser muito escorregadio em alguns pontos, mesmo sem chuva, pois fica dentro de uma mata. Não há vista nesse trajeto por causa da vegetação, que também é muito bonita; c) começando na base do Baú, segue a trilha em direção à Ana Chata.

A partir dessa placa começa a subida pela face sul da Pedra do Baú - Foto: Amandina Morbeck.

A partir dessa placa começa a subida pela face sul da Pedra do Baú.

Ter preparo físico, levar água e ter nos pés calçados adequados são aspectos importantes para fazer esses roteiros. E lembre-se que tudo o que você caminhar para ir, terá de caminhar para voltar. Portanto, controle seu gasto energético. (rs)

Cavaleiro na estrada em São Bento do Sapucaí - Foto: Amandina Morbeck.

Carro é para os fracos.

Bom, mas São Bento do Sapucaí tem mais a oferecer aos visitantes além de atividades ao ar livre e aventura. É só sair um pouquinho da cidade para ser abraçado pela beleza da paisagem de montanha, por isso vale a pena  explorar os arredores, mesmo de carro. Confira outros lugares que visitei e que curti muito na região:

– Ateliê do Ditinho Joana
– Arte no Quilombo
– Arte com Arte Velas Artesanais
– Nakawe Tecidos Tingidos a Mão
– Luminosa

(Texto e fotos: Amandina Morbeck)


Receba nossas novidades por e-mail. Para isso, é só preencher seus dados abaixo e clicar em “Enviar”. Ficaremos contentes de ter você em nossa lista!


Observação: Se tiver intenção de visitar esses lugares, confirme as informações na época de sua viagem, pois com o passar do tempo (desde a publicação deste post) muitas coisas podem mudar.


Comments

comments

One comment

  1. Celio Peres on 19/04/2015 at 00:16 said:

    nao existe estacionamento de Campos do Jordão e o Complexo da Pedra do baú nao faz divisa, a divisa é bem longe. Como Sambentista eu tenho orgulho do que é nosso e só queria deixar isso claro.
    mas agradeço por mostar que somos abençoados.

Comente este post

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *