New York versus Manhattan

Manhattan - e o Rio Hudson - Foto: Amandina Morbeck.

Manhattan – e o Rio Hudson – Foto: Amandina Morbeck.

Várias pessoas me perguntam por que fico nessa de falar e escrever Manhattan, como se colocasse New York versus Manhattan. Resposta: porque Manhattan, uma ilha cercada pelos rios Hudson e East – é apenas um dos cinco grandes distritos que formam a cidade de New York (os outros quatro são Bronx, Queens, Brooklyn e Staten Island). Dentro dela estão dezenas de bairros, como Chinatown, Tribeca, West Village, Greenwich Village, Alphabet City, Harlem, Hudson Heights, Little Italy etc.

E normalmente quando alguém diz que foi ou quer ir a New York, ele(a) quer dizer Manhattan. Para os brasileiros com quem converso ou que entram em contato comigo por e-mail ou que são abordados pelas agências/sites de viagem, o sonho de “New York” é “Manhattan” e não os outros distritos.

Brooklyn - Foto: Reprodução/Interpass Club.

Brooklyn – Foto: Reprodução/Interpass Club.

Outro dia recebi uma newsletter de um desses sites que promovem pacotes de viagem com a chamada, em letras garrafais, para alguns dias em New York. Imediatamente, me veio à mente Manhattan, claro, mas a acomodação era no… Queens. Mas isso não estava escrito na divulgação. Eu só descobri porque fui pesquisar sobre o hotel na oferta, veja: Pan American Hotel  / 79-00 Queens Blvd / Elmhurst, New York City. Elmhurst é um bairro do Queens.

“Ah, mas isso é uma bobagem!”, você pode pensar. Será? Para mim tem diferença ficar em Manhattan, poder perambular por suas ruas e avenidas, de repente ficar exausta e dar uma passadinha no hotel pra um banho relaxante e um descanso de alguns minutos antes de sair à noite. O que não aconteceria se eu precisasse pegar um metrô e ir para o Queens, por exemplo, e depois voltar mais tarde para Manhattan e depois voltar pro Queens após o programa noturno.

Não que não existam atrações nos outros distritos, mas duvido que a grande maioria dos brasileiros (e dos milhões de turistas que chegam à cidade de New York anualmente – em 2012 foram 50 milhões!) vá com intenção de explorá-los, como acontece na ilha. Afinal, Manhattan é Manhattan, é ela que mexe com nossa imaginação e com nosso desejo. Tudo é muito mais fácil e, por que não dizer, glamuroso na ilha.

Por isso, faço essa diferenciação em minhas publicações. Certamente, quando eu explorar outros distritos também os diferenciarei, algo como “O que vi e recomendo no Bronx em New York” ou “O que vi e recomendo no Brooklyn em New York” e não simplesmente “O que vi e recomendo em New York”.

Queens - Foto: Reprodução/Shaw Jordan.

Queens – Foto: Reprodução/Shaw Jordan.

Fico imaginando alguém que compra um pacote de viagem com a imagem de Manhattan na cabeça e, ao chegar, descobre que sua hospedagem é num dos quatro distritos. Uma coisa é saber disso antecipadamente e aceitar; outra, é descobrir quando se chega lá. É como, digamos, você comprar um pacote para conhecer a cidade do Rio vendo as fotos de Copacabana, com seu calçadão e sua praia, com aquele agito na orla, achar que seu hotel fica nesse bairro e que você poderá ir andando pra praia e descobrir, ao chegar lá, que ele fica no subúrbio. Mas é Rio de Janeiro também, podem lhe dizer. Você só precisará tomar um ônibus, um trem ou alugar um carro para se deslocar até Copacabana. É a mesma coisa que ficar lá de uma vez? I don’t think so!

Staten Island - Foto: Reprodução/Iwan Baan.

Staten Island – Foto: Reprodução/Iwan Baan.

Quando ficar com vontade de comprar um pacote para “New York” e seu sonho de consumo for “Manhattan”, verifique o endereço do hotel, entre no site dele, no Google Maps (para localizá-lo no bairro ou no distrito) e no Google Street (para ver como é a rua e seus arredores) e faça um tour virtual antes de fechar a transação. Informe-se bem para não comprar gato por lebre – a internet oferece os recursos que você precisa para checar essas informações básicas, que nem sempre batem com o que atendentes ou as propagandas contam. Diárias fora da ilha são mais baratas, por isso os pacotes que incluírem hotéis nos outros quatro distritos serão mais em conta também. Mas avalie bem se não só vale a pena, mas se é isso o que você realmente quer.

Afinal, a maioria de nós não faz uma viagem dessa com frequência, por isso, invista no seu sonho por inteiro.

Bronx - Foto: Reprodução/Ghislain Bonneau.

Bronx – Foto: Reprodução/Ghislain Bonneau.

Ah, e antes que eu esqueça: a cidade de New York não é a capital do estado de New York (como aqui temos São Paulo/São Paulo ou Rio de Janeiro/Rio de Janeiro), mas Albany, ok?

Para saber sobre o que vi e recomendo em Manhattan, acesse Perambulando por Manhattan (e a partir desse post, os demais com várias dicas para você aproveitar bem a ilha).

Assista ao vídeo Sobre New York city.

(Texto: Amandina Morbeck)


Receba nossas novidades por e-mail. Para isso, é só preencher seus dados abaixo e clicar em “Enviar”. Ficaremos contentes de ter você em nossa lista!


Comments

comments

One comment

  1. Renata Quintas on 12/09/2013 at 02:57 said:

    Adorei as informações, é de grande utilidade, abraços.

Comente este post

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *