Ilhabela, um paraíso verde banhado por águas calmas

Praia do Jabaquara no norte de Ilhabela - Foto: Amandina Morbeck.

Praia do Jabaquara no norte da ilha.

Vai soar cliché dizer que Ilhabela é realmente bela, mas vamos lá: além de ser totalmente verdadeiro, ainda diz bem pouco sobre esse paraíso verde banhado por águas calmas do Canal de São Sebastião, que tem 92% de seu território composto por mata atlântica, com 84% protegido pelo parque estadual. Depois de três dias ali, minha vontade de voltar para a capital paulista era zero vezes zero.

No mapa do Google Earth, coloquei algumas informações sobre Ilhabela.

No mapa do Google Earth, coloquei algumas informações para você se situar.

Ilha de São Sebastião

Na verdade, Ilhabela é o nome do arquipélago, composto pelas ilhas de São Sebastião (mas que chamamos de Ilhabela), dos Búzios, da Vitória e dos Pescadores, além de ilhotas, lajes e parcéis.

Praia da Armação em Ilhabela, São Paulo - Foto: Amandina Morbeck.

Praia da Armação.

De fácil acesso, fica a 207 km da capital paulista e a 340 km da carioca e tem muito a oferecer aos visitantes em termos de natureza e também nos serviços, com excelente gastronomia e ótimos hotéis e pousadas. Índios, piratas, escravos, missionários e colonizadores europeus passaram por ali e deixaram sua marca histórica nos prédios conservados no centro batizado de Vila. A cultura caiçara está presente em tudo na ilha: na pesca, no artesanato, nas canoas pintadas com cores vivas e na culinária. Hospitalidade não falta para receber os turistas que querem usufruir da beleza daquele lugar – e alguns acabam virando moradores.

Praia de Castelhanos em Ilhabela, São Paulo - Foto: Amandina Morbeck.

Praia de Castelhanos.

Ilhabela, capital da vela e também do ecoturismo

Ilhabela é conhecida como a capital da vela, pois quem gosta de esportes náuticos encontra ali points ideais para a prática, por exemplo, de kitesurfe, de windsurfe, de stand up paddle, de caiaque e de mergulho, mas ela tem muito mais a oferecer: quem curte passeios de barco não tem do que reclamar; praias? há várias ao longo da avenida costeira, bem como na parte leste da ilha, onde fica a famosa Castelhanos; se a preferência é por cachoeiras, também são fáceis de ser encontradas; para quem gosta de caminhar, há trilhas com diferentes níveis de dificuldade, como a de 13,3 km que leva à Praia do Bonete e a da Água Branca, com 2 km de extensão; observadores de pássaros podem avistar diversas espécies; pedalar é fácil; uma estrada de terra de 20 km corta a ilha ao meio, ligando a cidade à Praia de Castelhanos, recomendada para veículos 4×4; na Vila, há várias opções para quem gosta de fazer comprinhas e também de conhecer pontos históricos; quem quer curtir uma aura romântica, o lugar inspira; e quem quer apenas relaxar sem grandes esforços, só precisa carregar sua cadeira até a praia mais próxima e pronto. Enfim, há opções para gostos bem diversos.

Cachoeira do Gato, com 80 m de queda; a trilha começa na Praia de Castelhanos - Foto: Amandina Morbeck.

Cachoeira do Gato, com 80 m de queda; a trilha começa na Praia de Castelhanos.

 

Guia sobre Ilhabela de norte a sul e de leste a oeste

O guia bilingue (português/inglês) sobre Ilhabela, elaborado por Fernanda Lupo e Márcio Bortolusso da PhotoVerde Produções, tem tudo o que você precisa para explorar as belezas naturais de lá. Ele traz 300 fotos e informações sobre 73 praias, 95 km de trilhas, 27 cachoeiras e 16 atividades ao ar livre. A qualidade da publicação – texto e fotos – é excelente.

Capa do guia Ilhabela.

Capa do guia Ilhabela.

Para mais informações:
Fones: (12) 3896-5895 / (11) 99569-7887
E-mail: contato@photoverde.com.br

 

Como chegar a Ilhabela de carro

Independentemente da rodovia, é preciso ir até a cidade de São Sebastião, de onde se faz a travessia por balsa para a ilha.

Horários de funcionamento da balsa

– das 6h a 0h: a cada 30 minutos

– da 0h às 6h: a cada 1 hora

Valores

– segunda a sexta-feira: R$ 11,00 (automóvel) e R$ 5,50 (moto)

– sábado, domingos e feriados: R$ 16,40 (automóvel) e R$ 8,20 (moto)

(Dados de 3/9/2013.)


Receba nossas novidades por e-mail. Para isso, é só preencher seus dados abaixo e clicar em “Enviar”. Ficaremos contentes de ter você em nossa lista!


Veja também (clique no título para acessar):

– Passeio para a Praia de Castelhanos (mais a Cachoeira do Gato)

– Pousada Ecoilha

– Hotéis, pousadas e restaurantes em Ilhabela


(Essa viagem aconteceu em agosto/2013 a convite da Associação de Hotéis e Pousadas de Ilhabela [AHPI] e da Secretaria Municipal de Turismo e Fomento, mas minhas opiniões são livres e baseadas em minha experiência no local.)

Comments

comments

4 comments

  1. Silvana Ladi Ramalho on 10/11/2013 at 13:24 said:

    Que lindo Marcinha Machado… eu também tenho o mesmo sentimento de acolhimento… bjs.!!!

  2. Marcia Machado on 09/11/2013 at 21:24 said:

    Eu diria que a Ilha é magica…!! Tenho uma Pousada PedraMenina.., cheguei aqui em 1998,para passear e nunca mais voltei!!!! Me senti acolhida!!!! Gostei demais do texto e fotos…Parabens..

  3. Amandina Morbeck on 05/09/2013 at 17:27 said:

    Olá, Mario, obrigada! Que muitas outras pessoas queiram conhecer Ilhabela depois de ler os posts. 🙂 Um abraço.

  4. Mario Zocchio on 05/09/2013 at 13:59 said:

    Realmente a Ilha e tudo o que voce disse e muito mais.
    Tenho a Pousada dos Hibiscos e os hospedes que recebo de todos os lugares passam bons feriados e fins de semana e gostam muito.
    Como voce disse muitos se tornam moradores.
    Muito boa materia.

Comente este post

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *